A Regressão dos (Bons) Hábitos de Sono dos 8 aos 10 meses

dezembro 9, 2014 by in category Comportamento do Bebê, Sono do Bebê with 0 and 0
Home > Blog > Comportamento do Bebê > A Regressão dos (Bons) Hábitos de Sono dos 8 aos 10 meses

Tudo vai bem… o bebê ultrapassa aquele período crítico do sono (dos 4 aos 6 meses) e os pais nem acreditam quando o soninho do bebê começa a complicar dos 8 aos 10 meses.

Alimentação adequada, ele sempre dormiu bem… mas o que acontece nesta fase? O que fazer?

Nossa especialista em sono materno infantil explica aqui algumas razões e o que fazer para sair desta fase. O que acontece dos 4 aos 6 meses é bastante diferente do que acontece nesta fase. Geralmente, alterações no padrão de sono dos bebês mais novinhos dificilmente se acertam sozinhas. Os bebês precisam de ajuda e muita dedicação dos pais para aprenderem a dormir e passarem por esta fase difícil onde o sono da noite é conturbado, as sonecas curtas e os bebês irritados.

Aos 8 meses (desde que o bebê sempre tenha dormido bem) esta regressão pode ser temporária e é fruto do desenvolvimento do bebê e da transição das sonecas. Além das sonecas, muitas coisas estão acontecendo na vida dos bebês nesta fase. Se rastejar, puxar as coisas, ficar sentados com facilidade, aprender muito sobre comunicação e principalmente por ser uma fase crítica da dentição.

Para aprender tanta coisa, ele precisa praticar. Muitas vezes, esta prática acontece na hora errada e o bebê não consegue se acalmar sozinho para chegar ao sono. Muitos pais ficam preocupados (com razão) porque o embalo ou qualquer outra ajuda para chegar ao sono que era de 20 minutos, se transformou em 1 hora.

Isso é bastante comum e um alerta para os pais sobre como a sua ajuda ou presença constante para o bebê dormir está inibindo a capacidade do seu filho de adormecer sozinho.

O que fazer:

  • certifique-se que o ambiente de sono do seu bebê é adequado;
  • faça um diário (por alguns dias) com os horários que seu bebê costuma dormir e perceba se tem dias que ele faz 3 sonecas, dias que ele faz 2 sonecas, quanto tempo ele resiste e quanto tempo dorme;
  • avalie se está na hora de trocar um pouco os horários para adequar às necessidades do seu filho;
  • se ele dormir pouco durante o dia, não deixe que uma terceira soneca se estenda tanto a ponto de atrapalhar o sono noturno;
  • não “force” a transição. Você pode deixar que ela aconteça naturalmente. Se você quiser que seu filho durma mais ou menos do que ele necessita, você pode ter um bebê irritado, chorão, com sonecas curtas e um sono noturno agitado.

É sempre importante avaliar a necessidade do seu bebê. Não compare com outras crianças e não se sinta frustrada ou culpada por seu filho dormir muito ou pouco. O importante é que ele esteja bem e se desenvolvendo adequadamente.

Precisa de ajuda com o sono do seu bebê? Mande uma mensagem para nossa consultora de sono infantil Michele Melão no michelemelao@maternitycoach.com.br. Esperamos você!

 

* Foto: Reprodução

Todos os direitos reservados à Maternity Coach • Por Criativa 22