Algumas Curiosidades sobre Pesadelos

22 de maio de 2015 por no assunto Comportamento do Bebê, Sono do Bebê with 0 and 0

Muitas famílias passam por estes susto: acordar no meio da noite com os gritos e choro intenso do seu filho. Chegando ao quarto, os pais percebem que era apenas um sonho.

Mas por que isso acontece e como melhorar? No post de hoje, listo aqui algumas curiosidades sobre os pesadelos que podem ajudar os pais a controlarem ou evitarem a situação com mais tranquilidade.

– Geralmente os pesadelos acontecem por causa de algo que ocorreu durante o dia com seu filho – um filme com monstros, uma história que assusta, um desentendimento com amigos ou qualquer outra situação que em um momento de intensa atividade cerebral (hora dos sonhos) venham à tona;

– Os pesadelos são mais comuns após os 3 anos de idade devido à maturidade do sistema nervoso central então se seu bebê acorda desta maneira muito antes desta idade, perceba se não se trata de terror noturno ou mesmo de alguma associação errada de sono;

Quando se preocupar?

– Se os pesadelos se tornam muito frequentes, isso pode servir como um alerta para os pais. Como os pesadelos acontecem de acordo com situações do dia a dia da criança, é importante observar como está o comportamento na escola, o ambiente em casa, alguma mudança que aconteceu ou se seu bebê presencia muitos conflitos. Um estudo mostra que crianças de 8 a 10 anos que sofrem bulllying, são mais propensas a ter pesadelos frequentemente.

O que fazer?

Trate seu filho com muito carinho e acolhimento no meio da noite. Lembre que não é manha e ele está com medo. Explique que foi apenas um sonho e que aquelas coisas não existem. Não vale a pena valorizar o pesadelo, apenas confortar seu filho de maneira adequada e talvez, nestes dias, você precise ficar ao lado dele até que durma novamente.

Conseguimos evitar?

Não conseguimos evitar totalmente que nossos filhos tenham pesadelos, mas atitudes como observar atentamente os programas de tv, ter um ritual calmo para o sono, evitar ipad ou celulares, diminuir o ritmo da casa, as luzes e manter um ambiente de sono agradável podem ser excelentes ferramentas para que seu filho tenha noites mais tranquilas.


Todos os direitos reservados à Maternity Coach • Por Criativa 22