Guest Post – Grávida pode tomar café?

8 de março de 2018 por no assunto Guest Post with 0 and 0

Será que grávida pode tomar café ou é prejudicial para a sua saúde?

Assim que você começar a sentir os primeiros sintomas de gravidez tem de se preparar para mudar um pouco seu estilo de vida.

O período da gravidez é cercado de cuidados que devem ser levados em conta para garantir que o bebê se desenvolva plenamente, sem qualquer tipo de problema e que nasça com bastante saúde. E uma das dúvidas bastante comuns a esse respeito é quanto ao fato de se grávida pode tomar café ou não. Afinal, essa bebida é saborosíssima e quase todo mundo gosta.

Além disso, a cafeína contida em seu líquido possui inúmeros benefícios para a saúde, com antioxidantes diversos que ajudam a proteger as células e deixam as pessoas mais alertas, por estimular o cérebro. Mas, em quantidades exageradas, pode fazer mal. Neste artigo vamos esclarecer essa questão, falar dos riscos e recomendações e também dar outras dicas relativas ao consumo de outros alimentos e bebidas que também possuem a cafeína.

Grávida pode tomar café?

De saída, respondemos à pergunta: grávida pode tomar café? Sim, claro, mas com moderação! Não é preciso cortar totalmente o consumo do café durante a gestação. Porém, é importante reduzir o seu consumo para evitar que cause problemas ao bebê.

Isso porque, a cafeína consumida pela mamãe passa para a criança por meio da placenta. A questão é que o organismo do bebê ainda está em desenvolvimento. Logo, por ser imaturo, não tem todas as defesas necessárias.

Além disso, a gravidez faz com que a cafeína permaneça mais dentro da corrente sanguínea da mulher, mais ou menos três vezes mais do que no corpo de uma mulher que não está grávida. Desta forma, os efeitos são potencializados nas grávidas.

Em casos mais graves, pode aumentar a incidência de aborto ou mesmo o nascimento antes do tempo. O consumo contínuo de café pode fazer com que a criança nasça com pouco peso. Esses dados foram obtidos a partir de uma pesquisa realizada nas universidades de Leicester e Leeds, na Grã-Bretanha.

Os estudiosos acompanharam 2.645 grávidas entre a 8ª e 12ª semana de gestação. Elas ingeriam 159 mg de cafeína diariamente, ou seja, abaixo do limite recomendado. O resultado indicou que, comparado às que bebiam menos que 100 mg de cafeína por dia, as chances de a criança nascer abaixo do peso aumentavam em 20%.

Ou seja, pelo fato da cafeína poder afetar o desenvolvimento do bebê durante a gestação, a grávida pode tomar café, mas em quantidade e ocasiões bem menores do que para uma mulher que não esteja grávida.

Saiba que cafeína não está presente apenas no café

A grávida pode tomar café, mas deve ficar atenta aos outros alimentos que também possuem cafeína e podem alternar os níveis desta substância dentro do seu organismo. Por exemplo, chás como o preto, verde e branco também possuem a cafeína, assim como os chás industrializados, tal e qual os de tipo ice tea.

Refrigerantes de guaraná, além dos feitos de cola, são fontes de cafeína. O muito apreciado chocolate, assim como bebidas com chocolate ou cacau (achocolatados e bebidas lácteas, por exemplo) também são ricos em cafeína. Até mesmo as bebidas energéticas contêm grandes quantidades da substância e devem ser evitadas pelas grávidas.

 

Qual a quantidade de café que as grávidas podem tomar por dia

 

guestpostcafe

 

Já que a grávida pode tomar café, qual é a quantidade diária segura que ela pode ingerir, sem pôr em risco a gravidez e sem prejudicar o bebê? Bem, o máximo recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é 300 mg. Isso corresponde mais ou menos a uma xícara de café, três de chá, uma barra de chocolate e uma bebida refrigerante do tipo cola.

Agora, se você é muito fã de café e não consegue ficar apenas nessas medidas de café durante o dia, poderá adotar uma outra solução que permita o consumo sem tantos problemas. Não é a mesma coisa, mas é um bom paliativo. Trata-se do café descafeinado, que apesar de não ter 0% da substância da cafeína, possui uma quantidade bastante restrita, o que faz com que não haja prejuízos ao bebê para as mulheres que consumirem essa bebida.

Fique sabendo que o abuso na alimentação interfere muito na vida de uma gestante. Pode sofrer algumas dores, tais como dores de barriga intensas, dor no pé da barriga e enjoos.

O que fazer se você tomou mais café do que deveria

Como vimos, a grávida pode tomar café sem grandes traumas, mas desde que a quantidade não seja exagerada, pois pode trazer problemas à gestação. Porém, caso você tenha passado do ponto e ingerido mais cafeína do que devia e do que é recomendado pela OMS, não se desespere. Dificilmente seu bebê terá algum dano se você exagerou um pouquinho nas xícaras de café uma vez ou outra.

Agora, se você consome café diariamente e só agora descobriu que está grávida ou que café em excesso pode fazer mal, o melhor a fazer é procurar um obstetra e avisá-lo sobre o ocorrido. O médico irá avaliar a saúde do bebê e se houve algum dano. De qualquer forma, desde já, diminua o consumo de café.

 

Este texto foi escrito por Jorge Silva – Fitoterapeuta com mais de 5 anos de experiência na redação de artigos sobre plantas/ervas medicinais/saúde.


Todos os direitos reservados à Maternity Coach • Por Criativa 22