Guest Post – 4 dicas para prevenir assaduras no bebê

11 de outubro de 2018 por no assunto Guest Post with 0 and 0

Mesmo os pais mais cuidadosos podem sofrer com as assaduras no bebê. Aquelas vermelhidões acompanhadas de coceira, dor e ardência são muito frequentes nos primeiros anos de vida de uma criança, causando desconforto e mal-estar.

A principal causa do problema é a umidade. Porém, além da umidade, o uso constante de fraldas, a sensibilidade na pele ou até mesmo a alimentação da mãe pode facilitar o surgimento desses machucados. E os locais preferidos das assaduras são as coxas, o bumbum e a virilha do neném.

Para evitar o surgimento destes ferimentos, é importante ficar atento a algumas medidas. E foi pensando em você e no seu bebê que este post foi feito. Confira abaixo as principais formas de prevenir as assaduras!

1. Reforce a higiene da criança

A urina e as fezes criam um ambiente propício para o aparecimento da vermelhidão e de infecções. Sendo assim, deixar a criança com essa sujeira por muito tempo não é uma opção! No caso do cocô, não tem jeito. É necessário lavar a criança e trocar a fralda a cada evacuação.

Já o xixi é mais fácil uma vez que dispensa o banho. Um algodão com água morna é o suficiente para realizar a limpeza. Um dos cuidados com o banho do bebê é evitar o uso de sabonete, pois ele retira a camada de proteção da pele. A dica de ouro nos dois casos é deixar a pele bem seca antes de fechar a fralda.

2. Deixe o bumbum respirar

Se você conhece o organismo do seu filho, essa dica é mais fácil de executar. Porém, se ainda não tem segurança de deixar o bebê muito tempo sem o acessório, comece aos poucos e vá aumentando gradativamente. Nos horários em que o bebê não tem o hábito de fazer xixi ou cocô, é sempre interessante deixar o bumbum respirar.

Isso porque o atrito causado entre a fralda e a pele da criança facilita o aparecimento dos machucados. Algumas mamães observam o rostinho do filho antes de fazer as necessidades para identificar qual o momento de correr para o banheiro. Quem sabe não funciona com você?

3. Utilize pomadas de prevenção

Esse não deve ser o único meio de prevenção. Ele é um aliado e não a solução para todos os problemas. A maneira correta de usar é aplicar uma camada da pomada para assadura após a higienização do bebê ou nos locais mais propícios para o aparecimento dos machucados.

A grande maioria das pomadas é para o tratamento e não para a prevenção. Entretanto, existem algumas com vitaminas e óleos que podem ser benéficas para a pele da criança. Aqui vai outra dica: cada caso é um caso. Tem bebês que reagem melhor com a pomada A e outras com a B. Observe bem a reação da pele até encontrar a melhor para seu filho.

4. Cuide da sua alimentação

Por incrível que pareça, a alimentação da mãe é fundamental para a prevenção das assaduras. A ingestão de alimentos muito ácidos, como o abacaxi, morango e kiwi e de comidas muito gordurosas alteram o pH do leite e, consequentemente, a acidez das fezes e urina.

Enquanto o bebê se alimentar exclusivamente do leite materno, esse cuidado deve ser ainda maior. Quando for introduzir a alimentação sólida, o ideal é oferecer uma comida nova por vez, pois o bebê pode ter assaduras em decorrência de alergias alimentares e será necessário identificar a origem do problema.

Não se sinta culpada quando os machucados aparecerem. Mesmo com tanta leitura e orientação sobre a maternidade, existe muita coisa sobre os cuidados com o bebê que só aprendemos na prática mesmo. Porém, se as vermelhidões se tornarem frequentes e difíceis de serem tratadas, converse com a pediatra para maiores orientações.

As assaduras no bebê são apenas um dos desafios de cuidar de uma criança nos primeiros anos de vida. Para ajudar nessa fase difícil em que o sono e a alimentação são prejudicados, nós desenvolvemos vários conteúdos como este que contou com a parceria da Saúde Big. O que está esperando? Corra até o Facebook e siga a página deles agora mesmo!

Add comment


Todos os direitos reservados à Maternity Coach • Por Criativa 22