O Choro do Bebê e a Angústia de Separação

4 de março de 2015 por no assunto Comportamento do Bebê, Sono do Bebê with 0 and 0

Como consultora de sono recebo muitas mensagens de mamães desesperadas porque não podem sair de perto dos bebês nem por um segundo porque eles começam a chorar. E chorar forte, como se o mundo fosse acabar. Muitas vezes, o bebê está passando pela fase da angústia de separação onde eles ficam extremamente agarrado às mães e sofrem muito com a ausência e sentem medo e angústia quando afastados delas.

Primeiramente o ideal é aprendermos a identificar se seu bebê está passando por isso, já que isso pode acontecer em qualquer momento da vida da criança, sendo mais comum até um ano e meio, mas também ocorrem com crianças até os 9 anos de idade. Mas como saber? Preste atenção no seu bebê e veja se ele apresenta um destes comportamentos:

– Chora todas as vezes que você sai de perto;

– Estranha as pessoas que ele não conhece (apresenta um certo medo);

– Para de chorar imediatamente quando vê a mamãe;

– Não fica com as outras pessoas da família (mesmo as que está acostumado), e só quer a mãe;

– Não consegue dormir de dia e de noite se não for ao lado da mãe.

E quando passa?

Quando seu bebê entender que você existe, mesmo quando não está na frente dele. Isso acontece com o passar do tempo e com alguns exercícios que vamos ensinar agora.

– Brinque de “achou”. Se esconda e apareça algumas vezes, sempre com alegria;

– Converse com seu bebê quando não estiver na frente dele;

– Deixe seu bebê por algum tempo do dia com outra pessoa conhecida (avós ou pai) para que essa pessoa cuide dele (troque fralda, dê banho) para que ele adquira confiança nos outros, não só na mamãe;

– Sempre se despeça e explique que a mamãe vai sair mas logo volta, nunca saia de fininho para que seu bebê não perceba.

Quando se preocupar?

Observe se seu bebê consegue se acalmar logo quando você sai de perto e se com o tempo as coisas vão melhorando. Se isso não acontecer, converse com o pediatra, mas geralmente esta é apenas uma fase que passa logo.

Lembro também que ela não é ruim apesar do choro e nem acontece em decorrência de alguma atitude da família. Ela representa que a criança está se desenvolvendo intelectualmente e principalmente aos 6 meses, onde elas entendem que são seres independentes da mãe, que não são parte do mesmo corpo. Isso pode ser difícil no começo mas é importante que o bebê saiba onde termina seu corpo e onde começa o da mamãe. Esta separação pode causar ansiedade e medo, mas com o passar do tempo, as crianças vão se tornando cada vez mais independentes e precisando menos de ajuda para executar as tarefas diárias. O choro passa e a independência fica! E aí é hora de nós, mães, sentirmos falta de quando nossos pequenos queriam ficar literalmente grudados para se sentirem seguros.

A lição é sempre a mesma: aproveite CADA momento, CADA fase do seu filho porque certamente vai passar muito rápido, deixando uma enorme saudade.


Todos os direitos reservados à Maternity Coach • Por Criativa 22